segunda-feira, 19 de junho de 2017


CONVÍVIO ANUAL 2017

Conforme o combinado o encontro-convívio da nossa Companhia realizou-se, este ano, no Restaurante Irene, em Parceiros, Leiria e a organização esteve a cargo do nosso camarada e amigo Domingues. Marcaram presença 84 convivas, entre ex-combatentes e seus familiares.
O encontro de todos nós foi junto à igreja local, onde estava prevista uma missa que não se realizou, pelo facto de o Padre que a iria realizar esteve, à última hora, ocupado com um serviço mais importante. Assim,seguiu-se para o restaurante. 

Antes da refeição, com todos já à mesa, o Raul interveio, fazendo uma alocução sobre o ato que se estava a realizar, bem demonstrativo dos laços de amizade que criamos numa situação  difícil para todos nós. Fez referência a dois presentes, que pela primeira vez compareceram: o Lopes, das Transmissões, que está emigrado em França e do Jorge Felizardo, que embora não pertencendo à Companhia esteve adido à mesma, onde prestou serviço na área das Transmissões. Presentemente encontra-se emigrado no Canadá e aproveitou conjugar as suas ferias no nosso País com a data do nosso convívio. O Jorge sente o nosso Batalhão como fosse   seu. Os seus contactos connosco têm sido muitos, principalmente através deste Blog. Fez, também, referência ao Batista, presente, embora a residir na Alemanha, que  aproveitou esta data para se encontrar connosco e tratar de outros assunto particulares.
A sua palavras seguintes foram para os tristes acontecimentos que aconteceram durante este ano: os falecimentos do Armindo, do Pimentel, do Luís e do Marques. Em honra deles e de todos os outros, entretanto já falecidos, cumpriu-se um minuto de silêncio.

Passou-se ao repasto e partir desse momento as conversas foram postas em dia, principalmente com o parceiro do lado. No final aconteceu a animação habitual; acordeões, concertinas, gaita de foles e bombo, fizeram música suficiente para alguns darem o seu passo de dança.

De seguida, como vem sendo habitual, passou-se ao corte do bolo alusivo à confraternização que foi acompanhado com espumante.

Em suma, foi um encontro bastante agradável, que mais uma vez serviu para manter o elo de amizade e de companheirismo, quiçá até reforça-los, entre todos os elementos, presentes, da Companhia a que pertencemos.

Ficou decidido que o próximo Almoço-Convívio será na cidade de Castelo Branco e o seu organizador será o Joaquim Antunes das Transmissões

Não deixo de referir que no mesmo restaurante estava, em comemoração idêntica à nossa, elementos da CCS do Batalhão de Artilharia 436, que prestou serviço, também
em Angola, instalada na localidade de Cuimba, passando depois pela zona dos Zombos e mais tarde, tal como nós, em Henrique de Carvalho. Houve cumprimentos e troca de palavras entre  seus elementos e dos nossos.

Não deixarei de registar que enquanto todos nós desfrutávamos de momentos de prazer e de alegria, o nosso País, àquela hora, passava por momentos de horror, dos mais negros que há memória. Com certeza que se fossemos sabedores de tal catástrofe teríamos parado, para nos juntarmos ao sofrimento que estavam a passar muitos dos nossos compatriotas. A eles e a todos os seus familiares juntamos a nossa dor e o nosso profundo respeito. Tal como eles, como o nosso País, nós também estamos de luto.
Passamos a seguir fotos do convívio:

Cunha
Raul e Pinto



Lopes e Barradas

Antunes (Reconhecimento)

Lopes

Barata e Lopes

Antunes (Transmissões)

OIliveira e Esposa

Jesus

Zé Fernandes (Transp.) - Bessa e Zé Henriques

Arez e Raulino

Antunes (Rec) e Cunha

Farinha - Antunes (Transm.) e Esposa

Raul discursando e Monteiro dormindo

Carvalho e Jerónimo

Oliveira

Afonso (Comb. Lubrif.)-Pinto-Batista-Arez e Raulino

Lopes, Zé Henriques, Raulino e Peneda

Raulino - Peneda - Barradas e Arez
Raulino e Arez



Barradas - Antunes (Transm.) e Barata

Uma das mesas

Cap. Fernandes e Carvalho

Avelino Pereira (Carpinteiro) e Acompanhantes

Domingos (Mec. Armamento)

Guerreiro (Auxiliar Cozinha)

Oliveira (Será?)

Pinto - Lopes - Zé Henriques e Zé Fernando

Arez - Pinto e Ana Barata

Corte do Bolo

Oliveira (O autêntico)

Gomes

Afonso (Condutor) e Esposa

Bessa e Amaral

Barata - Lopes - Zé Henrique - Raulino e Zé Fernandes

Jerónimo


 
Catalino - Barroso e Domingues


domingo, 18 de junho de 2017




Faz hoje, 18 de junho, que para alegria e felicidade de todos nós, 45 anos da nossa chegada ao "PUTO", como todos nós apelidávamos o nosso País. 
Nestes anos passados as nossas vidas, muitas das vezes, foi uma caixa de surpresas. Todos temos tido momentos bons, outros nem tanto mas, para a maioria de todos nós, o simples facto de ainda estarmos vivos já é um privilégio, e esperamos que tudo continue assim. 
Para todos NÓS um grande abraço de amizade.


quarta-feira, 14 de junho de 2017


FALECEU O MANUEL MARQUES

Mais um camarada nosso faleceu. O ano de 2017 tem sido bastante duro em situações semelhantes. Desta vez foi o Manuel de Matos Marques, nrº. mecanográfico 06574669, soldado sem especialidade. Era natural do Distrito de Viseu. Desempenhou funções de ordenança do nosso Comandante e na messe dos oficiais.
O Marques era uma pessoa um pouco reservada, simples, mas com uma educação e trato exemplar.
Faleceu na Alemanha, após doença prolongada, mas o seu funeral realizou-se na sua terra natal.
Aos seus familiares e amigos apresentamos as nossas condolências.

P.S. - Nos nossos arquivos não possuímos qualquer foto sua, caso alguém possua uma, agradecemos o favor de no-la enviar. 
                                     

quinta-feira, 6 de abril de 2017

FALECEU O ALFERES PIMENTEL

Mais uma triste notícia chegou ao nosso conhecimento: vítima de doença prolongada faleceu hoje, dia 06 de Abril de 2017, o  "nosso" Alferes Pimentel. De seu nome completo Carlos Manuel Jales Ferreira Pimentel, nº. mecanográfico 07823966, tinha a especialidade de Mecânico Auto. Pessoa com um trato exemplar granjeou a simpatia e o respeito de todos nós. Supomos que esteve, enquanto a saúde lhe permitiu, presente em todos os almoços-convívio anuais que organizamos. Também foi o responsável por um deles que se realizou em Buarcos.
Seguiu a carreira militar, tendo-se aposentado com o posto de Major. Após a reforma dedicou parte do seu tempo livre à Liga dos Combatentes, no núcleo da Figueira da Foz. Fez parte dos seus órgãos sociais, como secretário, presidente da direcção e ultimamente desempenhava o cargo de presidente da Assembleia Geral.
À sua filha Cristina (Engª.) que esteve presente em alguns dos nossos almoços, à restante família e amigos, apresentamos os nossos sentidos pêsames.
As cerimónias fúnebres realizam-se na Figueira da Foz, amanhã, dia 7.
Que descanse em paz.  

sexta-feira, 31 de março de 2017


ALMOÇO - CONVÍVIO 2017



Conforme o combinado no Almoço de 2016, o nosso camarada Domingues é o organizador do deste ano. Vai realizar-se no próximo dia 17 de Junho, no Restaurante Irene, localizado em Parceiros, arredores de Leiria. Poderão ver o seu programa em anexo.
O Domingues pelo empenho que está a ter, para nos poder juntar mais uma vez, merece que estejamos presentes em número elevado.



quinta-feira, 30 de março de 2017


FALECEU O LUÍS


Tivemos conhecimento de mais um falecimento de um dos nossos. Desta vez foi o Luís. O triste acontecimento ocorreu no dia 19 de Fevereiro de 2017. Todos nós devemos ter na memória a sua pessoa. De nome completo Luís Ferreira, nrº mecanográfico 13618269, não tinha especialidade, mas desempenhava funções pelo refeitório e outras indiferenciadas.  Era uma pessoa simples, mas a sua simplicidade e o seu sorriso eram suficientes para fazer amizades e cativar amigos. Esteve presente no nosso convívio de 2012, que se realizou em Fátima. 
Aos seus familiares e amigos, apresentamos, embora com atraso, que é natural, as nossas sinceras condolências. 

sábado, 25 de março de 2017


FALECEU O ARMINDO

 Como administrador deste "Blog", cumpro o dever de participar a todos os nossos camaradas e seguidores o falecimento do Armindo/SPM, vitima de doença prolongada.
 De nome completo Armindo Gouveia da Costa, nr. mecanográfico 05586869, tinha a especialidade de Reconhecimento de Infantaria, mas todos nós o conhecíamos pelas funções que desempenhava no SPM. Por ele passava toda a correspondência que nos enviavam, e era vê-lo apressado em fazê-la chegar até nós no mais curto espaço de tempo. Além do zelo com que desempenhava o seu serviço, o Armindo, era um amigo que esteve sempre presente, enquanto pode, nos convívio anuais que realizamos,  com uma simpatia enorme, digna das pessoas boas.
O seu corpo encontra-se em câmara-ardente na igreja da Vila das Aves, sua terra natal, onde as últimas homenagens lhe poderão ser prestadas e o funeral realiza-se amanhã dia 26, (Domingo) pelas 17 horas.
À sua família e amigos mais chegados, apresentamos as nossas condolências e a nossa imensa tristeza pelo seu desaparecimento. 


P.S. - A nossa Companhia fez-se representar, nas cerimónias fúnebres, pelos seguintes elementos: Raul, Antero, Jerónimo, Oliveira e por mim Carlos Amaral.